sexta-feira, 15 de abril de 2011

UM BRASILEIRO PARA O MUNDO

     Bom dia, boa tarde ou boa noite, leitores. É com muita honra e alegria escrevo sobre Villa-Lobos. Nenhum outro compositor foi tão brasileiro e tão universal quanto ele. Este, que é, sem dúvida, nossa maior doutor na música. O grande Villa escreveu para todos os gêneros musicais, tais como óperas, concertos, sinfonias, música de câmara, além, é claro, de suas famosas Bachianas, feitas exclusivamente para Bach, na qual ele considerava fonte universal da música. Compostas entre os anos de 1930 e 1945, essa série de nove obras estabelece um paralelo entre o compositor do séc. XVIII e a música brasileira e também a mais variada formação, como música de câmara, na segunda Bachiana, ou grupo de violoncelos e voz, na quinta. Villa-Lobos nasceu no dia 5 de março de 1887, no Rio de Janeiro. Defendia a necessidade de se apoiar a arte brasileira, principalmente os artistas que "se fizeram sozinhos". Villa deu um bom exemplo a Getúlio Vargas (que tomou o poder em outubro de 1930) de que podia ser útil ao regime. Comandou um coral de 40 mil vozes, em 1940, em São Jenuário, as chamadas Exortação Cívica, um projeto de educação musical com concentrações de milhares de vozes nos estádios de futebol. Seu maior objetivo era fazer despertar nas crianças o gosto pela boa música e fazer com que o Estado o apoiasse. Ato este que precisamos hoje em dia, não acham? Villa morreu em seu apartamento, no dia 7 de novembro de 1959.


     Mas história à parte, ouviremos em seguida a Bachiana Brasileira nº 2. Seus nomes são duplamente caracterizados, fazendo assim os paralelos citados anteriormente, como por exemplo Toccata: o Trenzinho do Caipira; o termo toccata, convencional, à italiana, em seguida os títulos correspondentes do cancioneiro folclórico brasileiro. A orquestração é rica de instrumentos brasileiríssimos de percussão, como pandeiro, reco-reco, chocalhos, além de bombo, pratos e tantã como convencionais, com o auxílio de muitos outros instrumentos. 
     Para que essa audição seja mais célebre que as outras, proponho o seguinte: carregue a música Toccata: o Trenzinho do Capira, link abaixo, ou mesmo o download, se foi feito; fique relaxado, sente-se de maneira confortável, em seguida, aperte o play e feche seus olhos (calma, ainda não!). Imagine-se numa locomotiva, você está sentado em sua poltrona, sozinho ou acompanhado, fica a seu critério; você está esperando o apito que marca o inicio de sua trajetória; eis o apito (flautas em frulatto caracterizam-o). A locomotiva começa a se mover (cordas graves, piano e percussão reproduzem as engrenagens, violinos no agudo imitam o ruído do vapor da caldeira); agora imagine uma linda paisagem, com árvores por todo o canto, um grande morro na qual você vê um túnel que está logo a frente, com o trem fezendo uma curva para a esquerda e que você vê também o tamanho dele. "Nossa, como é grande" você pensa. Pense também em todas as coisas boas que já fizeram pra você, pense em todas as pessoas que pensam em você todos os dias. Pense no quanto você faz bem a elas. 
     Seu momento de repouso está chegando ao fim, assim como sua viagem. O trem começa a chegar cada vez mais perto da estação, mas você não quer descer. A locomotiva desacelera, marcando o final da viagem (é concluída a peça com um forte acorde). Você desce, carregando suas malas ou mesmo sua companhia pelos braços."Cheguei... Finalmente!" você pensa. Agora sim, aperte play e faça o que foi escrito.

     Agora, suponha que esses trilhos que a sua locomotiva percorreu, sejam os trilhos que o levarão a um outro destino e, você somente chegará nele, se entrar nesta locomotiva. Existirão paradas ou até mesmo acidentes, mas isso jamais servirá de desculpa para você descer onde não quer. Siga em frente. Jamais pare no meio do caminho.

     Espero que tenham gostado dessa experiência, que pode ser útil e de certa forma, será útil. Caso tenham gostado, não deixem de comentar. Aguardem a nova votação, vai estar muito acirrada, garanto. Fiquem bem. 

Link do O Trenzinho do Caipira: 

Download da Bachiana Brasileira nº 2: 

3 comentários:

  1. A cada post está cada vez melhor, e ainda mais com a dica da viagem.Uma das melhores viagens de trem que já fiz!
    Glückwünsche

    ResponderExcluir
  2. Sem comentário ficou ótimo Parabéns!!

    ResponderExcluir
  3. Que gostoso.. amei fazer a viagem.... fez-me lembrar de meus avós.... o trem passava atrás da casa deles.... e a música sem comentários.... uma das mais lindas... Que legal Carlos, muito bom.^^

    ResponderExcluir